“E daí? Eu adoro Voar!”

0 Flares 0 Flares ×

IMG_8705[1]

23.09.15

Há um mês eu trocava minha casa, meu quarto, meu conforto, por um salto cego. Vendada por um sonho e um impulso desesperado por ‘algo novo’. Obrigava minhas asas a se abrirem mais ainda, feito asas de Albatroz, pois ali, eu me encontrava sozinha, apenas com a Senhora do vento.

Há um mês eu partia no que seria e, tem sido, minha mais ousada jornada. Uma aventura sem datas, sem apegos, com apenas duas malas. Parti em busca de um lugar melhor, onde eu não tivesse medo; em busca de novas oportunidades, novos idiomas, pessoas e lugares; em busca do meu lugar!

me a ser eu mesma. Parti em busca de um sonho que, um dia, foi do meu avô, de retornar à sua Pátria. Parti para perdoar a menina de 20 anos, que virou uma esquina ‘errada’ e eu a culpei por longos 10 anos. Prometi à ela que corrigiria nosso “erro”. Ela, que me fez a mulher que sou hoje. Talvez, aquela esquina, não tenha sido de todo mal.

Aprendi nesse primeiro mes que, por mais saudades que voce sinta, tudo caminha conforme tem que ser; ninguém morre de amor ou sem voce; a sociedade continua igual e, o mais importante, as pessoas da sua vida de verdade, estarão ao seu lado, seja qual for o Continente ou o fuso horário. Temos a mesma Lua! Aprendi que adoro minha liberdade, meu silêncio e que, ficar sozinha em alguns momentos, é essencial. Aprendi que o medo pode ser um aliado e tudo dá certo ao final. Aprendi que sei viver sem muitas coisas e “morro” de chorar por outras. Aprendi, acima de tudo, que quero apenas Paz e Amor…E ajudar o mundo, pois parte dele.

Todos dizem que segurar o primeiro ano é o mais difícil. Eu sei. Já vivi isso antes. Mas, nesse primeiro mês de novos ares e turbulências, só quem me ouviu gritar pode falar. Sobrevivi a esse primeiro estágio do voo, sobreviverei ao que vier. E como diz um amigo querido: “aproveite esse voo, você já saltou!”

Viva o primeiro mês de Mundo Novo de Novo!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Anteriores

Bem-vindos!

Próximo

O Carrossel

4 Comentários

  1. Camila Murta

    Acheeeei! 🙂

    Já está em meus favoritos!

    Beijão!!!

  2. Pandora

    É bacana ler isso porque consigo me identificar, apesar de ter ficado menos tempo fora do que você. Fiquei um mês sozinha nos EUA e os primeiros dias foram deprimentes, achei que não conseguiria. Mas os dias passaram, percebi que o mundo continuava girando e que eu era capaz de aproveitar aquilo. Aproveite sua experiência. Espero que consiga se encontrar.

    • Amanda

      Puxa…É exatamente isso que sinto. Que, não importa o que aconteça ou o que façamos, o mundo continua então, temos que fazer nosso melhor e continuar vivendo…Ainda que pareça difícil! Obrigada por compartilhar sua experiência aqui no blog, comigo e com todos! E tbm pelo apoio. Seja muito bem-vinda! 🙂

      Bjos, Amanda

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén