Entre Aplicativos e Sorrisos

0 Flares 0 Flares ×

Em um encontro entre conhecidos, diferentes nacionalidades, percebo que há algo que incomoda e mexe com humanos de todas as partes do mundo.

Estamos em 4: Um britânico, um alemão e dois brasileiros com dupla cidadania ( alemã e italiana).

Entre copos de cerveja e batata frita, os assuntos alternam-se entre profissão, viagens, experiências de vida e…Relacionamentos! O campeão da noite. O campeão de todos os encontros, seja onde for.

“Quanto tempo durou seu ultimo namoro?”

“O que você procura em um parceiro?”

” O que há de errado com o mundo?”

Bella domanda! Três homens lindos discutindo sobre suas decepções amorosas. Discutindo sobre o futuro sem querer pensar nele.

Um assunto crucial que, faz você conhecer quem te interessa em poucas respostas.

Eu. A única mulher da mesa. Observando e sendo observada. Escutando cada palavra e identificando-me com todas.

“Não se preocupem, meninos! O mesmo acontece do lado de cá!” Risadas.

Claro! Isso não é uma questão de homens, mulheres, heteros ou gays. Isso é uma questão do ser-humano.

O que queremos está difícil de agradar a sociedade e, parece que isso ainda importa. Modelo de casamento, a cor da pele ou dos olhos de quem apresentará dentro da sua casa. Ou no seu círculo de amigos.

Te que ser bonito, bem-humorado, bem estruturado, romântico ou, simplesmente, ser alguém.

Ao mesmo tempo que criamos e convivemos com nossos próprios empecilhos, temos a necessidade de estarmos acompanhados. E em uma Era de redes sociais, trabalhos dobrados e tempo para nada, partimos para aplicativos de encontros. Seja para fazer amigos ou encontrar um amor, o que está em jogo é sair de casa e da solidão.

Eu acho tudo válido mas, confesso, que ainda tenho receios sobre essas evoluções. Não sei se quero encontrar meu amor em catálogos de internet. Acho que sentimento está muito além disso. Mas, confesso também, que tudo que é divertido deve ser permitido então, viva os grupos de encontros e suas mesmas diferenças.

Para isso eles servem. Para juntar pessoas com mesmos propósitos, interesses e até problemas. Mas no fim, acabam levando para o mesmo ponto: “Será que ele seria um bom namorado?” “Não sei aquele, mas esse aqui é mais seu tipo”. E por aí vai. Não procuramos apenas amigos, isso é um fato.

Sair á caça, como se estivesse atrás de um pedaço de carne- ou ser o próprio pedaço de carne- pode não ser tão atraente aos 30 anos. Então ok, seremos modernos. Marcamos via aplicativos com o selecionado da noite.

Isso não enche meus olhos e tão pouco meu coração. Mas se faz-me dar risada então, truco! O ponto é: nunca cessaremos essa conversa pois, nunca haverá um certo e errado. Temos que aprender a lidar com o que nos cabe dentro do que acreditamos e lutarmos por isso. O conforto é saber que todos os mortais passam pelas mesmas crises, não importa o idioma ou a fronteira.

E sai feliz quem recebe uma mensagem no final da noite!

Eu? Não! Eu não! Eu gastei meu italiano com o bar tender, dei risadas e senti-me, pela primeira vez, uma pessoa bem resolvida. Bom, em partes. E saí bem acompanhada, è vero. Quem tem amigos, nunca está sozinho.

Já os homens da mesa…Well…Eles se entenderão em algum momento.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Anteriores

Matei O Que Estava Me Matando

Próximo

Just Breath

6 Comentários

  1. Cada vez que leio me mato de rir e em algum momento me desespero de tanta saudade…. “gastei meu italiando com o bartender” TÃO EUUU AMIGAAA.. AHHAHAHAHA… aliás, tão nós… amo vc!!! Tanti baci sorella!!!

    • Amanda

      ahahahahahaha Posso falar sorella que lembro muito de vc nessas horas, serio! Certas coisas precisam ser divididas com vc, com alguém que me entenda tanto!!! Essa noite foi uma delas! Anche Io Ti Amo!

  2. Giselle

    Hermanaaaa….kkkkkk

    Que maximoooo, adorei saber que está “se reencontrando”, nada como estar bem resolvida!

    Não vejo a hora de te fazer uma visita e causar com VC por aí! Kkkkkkk

    Saudades

    • Amanda

      hahahaha uitas saudaaadeesss hermanaasss….Olha, isso precisa virar mesmo um livro para eu colocar maiores detalhes…Crescer aqui ora é mto louco! Venha! 🙂

  3. Parabéns pelo blog. Estou adorando seus relatos. Continue… Abraços.

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén