0 Flares 0 Flares ×

Eu costumo dizer que quem tem amigos tem tudo na vida. Muitas vezes, até mais do que família. Vinícius de Morais falou que “Amigo não se faz, reconhece.” Eu adoro acreditar nessa teoria! Assim como adoro acreditar que há Anjos em forma de pessoas que surgem para nos ajudar quando mais precisamos.

Eu tinha data para sair do apartamento onde eu estava, em Barking. Eu sempre soube disso e já tinha até para onde ir. Mas não estava segura com a decisão tomada, a energia não batia com o lugar e não estava a vontade. Mas eu precisava de um piso e, quando a necessidade aperta, a gente fecha os olhos e vai.

Até que um dia:

“Amêndoa, fala com uma amiga minha que mora aí em Londres, de repente ela pode te ajudar!”

Claro, por que não!? No mínimo fico conhecendo pessoas novas e isso é luxo quando estamos fora do nosso país de origem.

Fui encontrar a tal da amiga em um Café, onde haviam outros brasileiros reunidos fazendo um som Mineiro com sabor de casa.

Seja Bem-Vinda! Em 10 minutos de conversa compartilhávamos pensamentos semelhantes, crenças e arte. Mais 5 minutos e a solução veio em suas palavras:

“Estou indo para o Brasil de férias. Fica no meu apê por um mês!”

Como assim!?

Sim!

Um mês! Tudo o que eu precisava.

Como é possível alguém que nunca tinha me visto antes, nem sequer ouvido falar de mim, no primeiro ‘oi’ confiou em meu olhar e estendeu-me a mão, quando eu mais pedia internamente por uma nova solução. As pessoas que os Anjos colocam em nosso caminho e que, a única explicação para isso, é a espiritual. Gosto assim. Prefiro assim.

Kilburn. Norte de Londres. Mais perto do centro. Mais perto dos Beatles.

“Que minha casa possa trazer-lhe, nesse um mês, a Paz e a tranquilidade que você procura.”

Não tenha dúvidas. Meu silêncio reencontrado e minha individualidade de volta no lugar. Escrevo, ao som de Ravel, de frente para uma vista com prédios no estilo Victoriano como aqueles do filme do Peter Pan.

Não procuro explicação para esse sentimento de leveza. Deixo fluir ao longo das horas. Sinto-me cada vez mais Londrina incluindo todos os defeitos e a solidão desse céu cinza. Mas não gera tristeza. Gera compreensão. Satisfação.

Minha terceira casa em 4 meses. E não será a última. Meu terceiro bairro, minha terceira linha de metro, minha terceira experiência dentro do meu mundo novo. E novos passos, novos amigos, novos caminhos…Que sorte a minha!

Quem tem Amigos tem tudo mesmo. E quando estamos de bem, as coisas acontecem de coração!

Namastê!

IMG_9800[1]

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×