Nossas Fronteiras são ali na Esquina

0 Flares 0 Flares ×

Sim amiga, você está certa.

Nós não precisamos e, nem merecemos, passar por isso que estamos passando. Temos casa, família, aconchego e, porque não dizer, conforto. Somos moças finas, temos bom gosto, cultura e apreciamos bons lugares.

Mas acontece amiga, que ao invés de criarmos raízes, nós desenvolvemos asas. E estas, por sua vez, ficaram grandes demais e, sem que percebêssemos, já estavam nos levando mundo a fora.

Sim, nós não precisamos desse frio e nem dessa distância. Da falta frequente de abraços e de olhares compreensíveis. Mas é o preço que pagamos para termos essa liberdade sem limites, os horários sem controle e a vida regida por nós…E por nós, apenas.

Não se preocupe que isso não será para sempre. Nada precisa ser para sempre. O ‘para sempre’ é muito tempo. Façamos valer o momento. O clássico aqui e agora, onde está nossa felicidade e até tristeza. A felicidade do desapego, das descobertas e da intensidade. Fugir não adiantará. Já te contei que a bagagem interna nos acompanhará diariamente, seja onde for? Sim, ela também possui fascínio por viajar. Nós devemos é reciclá-la e não amarrá-la.

Eu sei que não tem sido fácil. Aqui também está tudo cinza e calado. A neve ameaça chegar e, apesar das risadas no trabalho, algumas partes estão vazias. Tenho tido medo do meu silêncio. Na verdade, tenho tido medo de gostar demais dele. Porque cansei de esperar pelas expectativas. Faça o mesmo.

Não fique assim, desolada. Isso passa. Lembre-se que somos adaptáveis e não morremos por amor. Lembre-se que nossas relações mais profundas, hoje, são com nossas cidades e ruas. E com nosso interior. Para ficarmos bem basta acreditarmos nisso.

Querida vizinha tudo dará certo. E quando sentir-se perdida olhe a sua volta. E não esqueça que, nossas fronteiras, são logo ali na esquina. Você não está sozinha.

Em poucos dias estarei aí para nosso café europeu.

Beijos,

Amanda

Madrid

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Anteriores

Meu Eterno “Cara” do Labirinto

Próximo

Um tempo entre Você e Eu

  1. Camila

    Manenha! e de que adiantaria a liberdade, se com ela não viessem os desafios?
    os desafios fazem parte e as superações nos ajudam a construir nossa história!

    vc nunca estará sozinha!

    Beijao!

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén