0 Flares 0 Flares ×

Eu aprendi a falar lendo os seus lábios. Foi segurando em suas mãos que eu dei os meus primeiros passos. Eu não era tão grande assim, mas o Sol sorria pra mim.

Eu vi a nossa vida mudar da noite para o dia. Eu vi a chuva levar a casa que a gente tinha. Tudo parecia tão estranho, mas o Sol sorria pra mim.

Eu não pude escolher entre minha mãe e meu pai. Eu tive que aprender a ter dois lares e dois Natais. Eu não era tão forte assim, mas o Sol ainda sorria pra mim.

Eu cresci te vendo só aos finais de semana. Dormia nos estúdios e ia ao supermercado de pijamas. O apartamento era pequeno mas tudo bem, porque você cuidava de mim.

Era rock n’roll durante o dia. Futebol no clube e o “leãozinho” na hora da despedida. Te dizer adeus era difícil, mas você não se esquecia de mim.

Você me viu chorar, você me viu sorrir. Ensinou-me a sonhar e mostrou o mundo para mim. E foi assim que eu cresci com o Sol, a criança mais feliz.

Meu pai herói, meu pai amigo. Meu pai humano cheio de carinho. Eu sei que não sou a filha perfeita mas tudo bem, porque você sorri pra mim!

Feliz Vida Pai…Eu Amo Você!

🙂

foto (1)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×