0 Flares 0 Flares ×

180 Dias de Afastamento.

Assim será para a Presidente Dilma.

180 dias de discussões em redes sociais, bate bocas sem limites, ofensas e até término de amizades e namoros.

180 dias de alivio para uns e de tristeza para outros. A decepção de uma derrota. A vitória de uma Justiça.

180 dias de um país dividido. Um povo desunido mas que clama, desesperadamente, por dias melhores.

180 dias para que ela reflita sobre que fez e no que vem fazendo pelo nosso país. Ou, simplesmente, 180 dias de férias e relaxamento.

180 dias intermináveis para todos nós, brasileiros. Pois, seja qual for a decisão ao final, nada mais será como antes. Que bom. Que bom mesmo, porque precisamos de mudanças, precisamos de mais choques como esses. Melhor dizendo, nós não: eles. Nós já sofremos choques o suficiente.

180 dias de Temer e seus ministros. Suas surpresas desagradáveis e nossos corações na garganta. Marcar o calendário nunca foi tão arriscado.

180 dias de um final indefinido. Podemos ter Temer temporário e Dilma voltando a pedalar em torno do Palácio do Planalto.

Seja qual for esse final, ele representará o início de toda uma mudança necessária. Representará todos os nossos gritos desses últimos anos. E eu espero, com todo meu coração, que esse final una nosso país de uma ponta a outra, pois não há mudança sem grandes revoluções. Nós já entramos nessa guerra, agora só sairemos vitoriosos.

180 dias para o fechamento de um ciclo.

Que a Justiça seja feita. E que seja para o melhor. O melhor para o Brasil!

Enquanto isso, continuaremos levantando cedo para trabalhar, as Olimpíadas acontecerão, ainda que haja desordem e nós continuaremos a sorrir, porque somos assim. Graças a Deus! Que não nos falte paciência e Fé, pois esses 180 dias se transformarão em infinitas emoções.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×