0 Flares 0 Flares ×

Aos 2 anos e 8 meses ele teve q aceitar um novo bebê em casa. Gostando ou não havia ganhado uma irmã e, mesmo com todos os ciúmes e brigas, ele tornou-se um super irmão, simplesmente o melhor cara do mundo para aquela caçula.

Geminiano, distraído, desastrado e até meio folgado. Mas sensível, artista, gente do bem, coração de gigante. Estivemos juntos em todos os momentos cruciais da vida de cada um. Eu fui a primeira a saber quando ele teve a primeira namorada. E ele sempre foi meu porto seguro nas noites de pesadelo.

Ele fazia meus trabalhos de escola atrasados e comia meus ovos de chocolate. Atormentava-me até deixar-me bastante irritada e ver-me explodir! Mas era em sua cia que rolava o maior Rock N’ Roll no quarto de madrugada!

Eu nunca o tinha visto chorar, até o dia em que embarquei para a Austrália. Eu não tinha idéia das saudades que eu sentia dele, até o dia que voltei e o abracei até sentir sua alma.

Meu irmão herói que não deixava ninguém encostar em mim no colégio. Meu irmão ciumento que controlava o tamanho das minhas saias. Meu irmão cúmplice que me deu a mão sempre que eu quis desistir. Meu irmão parceiro de shows e baladas. Meu irmão amigo que divide segredos e confiança.

Meu irmão adulto que me presentou com a afilhada encantada mais linda e amada.

E em nossos desentendimentos, penso, que é quando mais nos entendemos. Não há o que fazer. Nos escolhemos lá em cima e juramos proteção eterna. E assim será. Quer ver minha fúria é mexer com ele.

Eu não sei se fui um presente bacana 31 anos atrás. Mas hoje, no seus 34, eu sei que o presente maior foi meu, chegar e ter você do lado. Pronto. Estava em segurança.
Feliz vida irmão melhor que há!

Não importa a distância geográfica, nos comunicamos através do coração.

Eu amo você!

🙂

foto (2)Exibindo foto.PNGExibindo foto.PNG

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×